Tradição / Auéééu – Teatro

Tradição / Auéééu – Teatro

TRADIÇÃO
Auéééu – Teatro

14 a 16 janeiro | quinta a sábado | 21.30
17 janeiro | domingo | 17h

duração: 1h15min | 5€ (preço único)

Da mesma forma que Walter Benjamin questiona o valor cultual dos objetos artísticos pela sobreposição do seu valor de exposição, o coletivo auéééu – Teatro levanta a mesma questão em relação à ideia de Tradição: estará esta a resistir, graças aos objetos materiais – agora com uma máscara capitalizada, limpa, sedutora; ou estará blindada enquanto objeto da subjetividade comum que estabelece a ordem social? O campo simbólico da Tradição, de qualquer forma, foi abalado. Estamos a caminhar dentro de um capitalismo «transestético» (Gilles Lipovetsky) onde existe somente a apreciação turística das coisas, onde o olhar se «destradicionalizou» em virtude de um avanço técnico e perdeu o seu laço espiritual, ético e moral: a Tradição funde-se com a moda; Deus pode ser o meu automóvel; a Crimeia é a minha série favorita.
O impacto que a tecnologia exerce nos comportamentos humanos anuncia um cenário de um mundo habitado por homo machinas, regidos pelas regras economicistas. A inércia que surge da tentativa de criar uma obra de arte pelos quatro actores que se encontram em cena, faz prever uma vida em que já não é possível a existência de artistas, utopias, sonhos e memórias; em que “o presente é a forma de toda a vida”.

/ sobre auéééu – teatro

Companhia de teatro fundada em Maio de 2014, constituída por nove ex-estudantes do curso de actores da ESTC. Têm como programa o desenvolvimento dramatúrgico português através da experimentação e pesquisa literária/performativa, visando as várias artes.
A comunidade «auéééu» pretende estar em permanente contacto com as questões que inquietam o indivíduo na sociedade; a cidade e o campo, a descentralização, as relações que estabelece com os outros, o pensamento filosófico. A comunidade «auéééu» representa, assim, uma tentativa de apontar hipóteses às questões que movimentam os pensamentos e que, por conseguinte, abalam a Arte.

vídeo de apresentação

/ ficha artística e técnica

Atores Beatriz Brás, Vânia Geraz, João Santos e Sérgio Coragem
Produtor Pedro Caetano
Colaboração David Antunes, Statt Miller e Jean-Paul Bucchieri
Técnico de Luz e Som Pedro Caetano

/ / / /
marcações e reservas
reservas entre as 16h e as 20h / bilheteira abre 1h antes do início do espetáculo
912 191 940 | ruadasgaivotas@teatropraga.com

0 Comentários

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*