THERE / Workshop Anton Skrzypiciel

THERE / Workshop Anton Skrzypiciel
08/07/2013 Rua das Gaivotas 6

THERE
Workshop com 
Anton Skrzypiciel

13-14 janeiro 2018 | sábado – domingo | 13h – 18h
65€ [ até 5 de janeiro] 75€ [a partir de 6 de janeiro]

 

Frequentemente descrevemos os performers como “tendo presença”. Algo que nos faz acreditar que eles de alguma forma existem de forma mais completa que o resto das pessoas. Será simplesmente um dom natural, ou há alguma forma de aprender a estar mais presente, mais realizado no espaço e na forma como abordamos a performance? Que capacidades físicas/vocais/intelectuais desempenham um papel em fazer-nos performers mais realizados? Temos de esquecer que estamos a ser observados ou abraçar completamente o olhar do público/câmara? Qual é a diferença entre um solo, um dueto, e uma dinâmica de grupo em termos de como precisamos de nos ligar a nós e aos outros?
Durante dois dias, vou propor vários exercícios baseados na ideia de acção e reacção, tanto no aspecto emocional quanto físico, a várias situações. Por vezes puramente física, e por vezes baseada em textos simples.
Cada participante deverá trazer sabida a letra da sua música pop preferida, e trazer um livro que contenha um texto descritivo de que goste particularmente.
Tragam roupa confortável e propícia ao movimento.

+ info https://www.facebook.com/events/544609279222616/

 

 

/ ficha artística e técnica

produção Coffeepaste
coordenação do workshop Anton Skrzypiciel

 

/ biografias aqui

 

/ / / /
marcações e reservas
912 191 940 (reservas entre as 16h e as 20h, em dia de espetáculo até à hora de início do mesmo) ruadasgaivotas@teatropraga.com

THERE
Workshop with 
Anton Skrzypiciel

january 13-14, 2018 | saturday – sunday | 1 pm – 6 pm
65€ [ until january 5] 75€ [from january 6]

 

We often describe performers as “having presence”. A certain something that makes us believe that they somehow exist more fully than everyone else. Is that simply a natural gift or is there a way to learn to be more present, to be more fully realised in space and in the way we approach performance? What physical/vocal/intellectual skills play a part in making us fully realised performers? Must we forget that we are being observed or fully embrace the gaze of the audience/camera? What is the difference between a solo, a duet or a group dynamic in terms of how we need to engage with ourselves and others?
Over the course of the two days I will be proposing various exercises based around idea of action and reaction in both the emotional and physical sense to various situations. Sometimes purely physical and sometimes based on simple texts.
Each participant should know the words to their favourite pop song and bring along a book that contains a descriptive text that they particularly like.
Come prepared with clothes that are easy to move in.

+ info https://www.facebook.com/events/544609279222616/

 

/ credits

production Coffeepaste
workshop coordination
Anton Skrzypiciel

 

/ biographies here

 

/ / / /
bookings
912 191 940 (week days from 4pm to 8pm, on performance days from 4pm until its beginning) ruadasgaivotas@teatropraga.com