REPRESENTAÇÃO E PODER / Workshop

REPRESENTAÇÃO E PODER / Workshop
25/07/2013 Rua das Gaivotas 6

REPRESENTAÇÃO E PODER:
POLÍTICAS DA FALA, POLÍTICAS DO DIZÍVEL
Workshop

7 outubro ’17 | sábado | 16h30 – 20h
15€ [bilhete por sessão]* | [dur: 3horas] | M/16

 

As complexas e imprecisas relações entre a representação e o poder são o problema-base desta série de workshops: especificamente, como economias de visibilidade e invisibilidade, de ruído e de silêncio, de afirmação e supressão nas estruturas representacionais vigentes (linguísticas, mediáticas, artísticas…) determinam as condições de possibilidade – ou impossibilidade – de certos corpos falantes, de certas subjectividades e de certos lugares de articulação. A par da reflexão teórica, propõe-se a produção e discussão regular de escrita criativa realizada enquanto elaboração destas questões de partida.

Nesta primeira sessão, trabalharemos em torno do silêncio, enquadrando-o enquanto substância múltipla e indeterminada que, mais que significar ou sintomatizar linear e inequivocamente uma ausência (como tende a ditar a percepção esteticamente e politicamente normativa do mesmo), frequentemente consiste numa potência ambígua, ambivalente e densa, de múltiplos propósitos, usos e sentidos. Materiais em discussão incluirão a poesia – e o legado histórico – da autora lírica grega Safo, reflexões de autorxs como Michel Foucault e Eve Kosofsky Sedgwick, ou linguagem de protesto político estado-unidense, para citar apenas alguns exemplos. Xs participantes devem sentir-se à vontade para trazer os seus próprios materiais para discussão, se tal lhes parecer de interesse.

A sessão consistirá em três momentos-chave: a) apresentação de uma série de conteúdos motivadores e facilitadores da reflexão conjunta, dinamizada pelo articulador da sessão; b) colaboração dialógica na reflexão partilhada sobre os materiais e questões suscitadas, e c) realização de um breve exercício de escrita criativa que conjugue as preocupações e possibilidades articuladas ao longo do workshop.

///
1) É necessário algum entendimento da língua inglesa, dado o recurso a materiais escritos na mesma.
2) Faz-se notar que, infelizmente, o espaço não dispõe de condições de acesso para quem tenha mobilidade reduzida.

 

/ ficha artística e técnica

conceptualização e articulação Daniel Lourenço
produção Rua das Gaivotas 6
design gráfico Ana Farias
agradecimento especial Jota Mombaça

/ biografias aqui

 

/ / / /
marcações e reservas
bilheteira abre 1h antes do início do espetáculo
912 191 940 (reservas entre as 16h e as 20h, em dia de espetáculo até à hora de início do mesmo) ruadasgaivotas@teatropraga.com

 

*

A inscrição é feita por e-mail, com uma breve nota de apresentação, para d.h.lour@gmail.com e o pagamento pode ser realizado presencialmente no próprio dia do workshop.

Prevêm-se algumas vagas gratuitas, reconhecendo a potencial vulnerabilidade económica e/ou de outras ordens de certxs membrxs do potencial público, e sendo que o articulador defende políticas de reparação e afirmação positiva, é nesse aspecto dada particular – embora não exclusiva – prioridade a participantes não-brancxs, não-portuguesxs, e/ou não-cisgénero. Em caso de dúvida quanto a esta política de inscrição, por favor contactar directamente o articulador por via do e-mail especificado.

REPRESENTATION AND POWER:
POLITICS OF SPEECH, POLITICS OF THE SAYABLE
Workshop

october 7  ’17 | saturday | 4.30pm – 8pm
15€ [ticket for the four sessions] | [dur: 3hours] | M/16

 

The complex and imprecise relations between representation and power are the basic problem in this series of workshops: specifically, as economies of visibility and invisibility, of noise and silence, of affirmation and suppression in existing representational structures (linguistic, mediatic, artistic …) determine the conditions of possibility – or impossibility – of certain speaking bodies, certain subjectivities and certain places of articulation. Along with the theoretical reflection, it is proposed the production and regular discussion of creative writing performed while elaborating these starting questions.

In this first session, we will work around silence, framing it as a multiple and indeterminate substance which, rather than signifying or symptomatic linearly and unequivocally an absence (as it tends to dictate the aesthetically and politically normative perception of it), often consists of an ambiguous power , ambivalent and dense, of multiple purposes, uses and senses. Materials under discussion will include the poetry – and the historical legacy – of the lyrical author Sappho, reflections of such authors as Michel Foucault and Eve Kosofsky Sedgwick, or American political protest language, to cite just a few examples. Participants should feel free to bring their own materials for discussion if they appear to be of interest.

The session will consist of three key moments: a) presentation of a series of motivating contents and facilitators of the joint reflection, energized by the articulator of the session; b) dialogic collaboration in shared reflection on the materials and issues raised, and c) a brief exercise in creative writing that combines the concerns and possibilities articulated throughout the workshop.

///
1) Some understanding of the English language is necessary, given the use of materials written on it.
2) It should be noted that, unfortunately, space does not have access conditions for those with reduced mobility.

 

/ credits

concept and coordination Daniel Lourenço
production Rua das Gaivotas 6
graphic design Ana Farias

special thanks to Jota Mombaça

/ biographies here

 

/ / / /
bookings
the ticket office opens 1h prior to the beginning of the performance
912 191 940 (reservations between 4pm and 8pm, from the performance day until  its beginning) ruadasgaivotas@teatropraga.com

 

*

The registration is made by e-mail, with a brief presentation note, to d.h.lour@gmail.com and payment can be made in person on the day of the workshop itself.

Some free vacancies are anticipated, recognizing the potential economic vulnerability and / or other orders of certain members of the public potential, and since the articulator defends policies of reparation and positive affirmation, it is in this aspect given particular – although not exclusive – priority to non-white, non-Portuguese, and / or non-cisgenic participants. If you have any doubts about this registration policy, please contact the articulator directly via the specified email.