OLD SCHOOL #39 / Luísa Cunha

OLD SCHOOL #39 / Luísa Cunha
14/11/2015 Rua das Gaivotas 6

OLD SCHOOL#39
Luísa Cunha
Magnetic Field

14 NOVEMBRO | SÁBADO | 10PM THE TIME I SOMETIMES GET UP 
ENTRADA LIVRE

 

OLD SCHOOL (OS) é um projecto mensal da curadora Susana Pomba, iniciado em 2011 e sedeado na Rua das Gaivotas 6. Tem como objecto apresentar obras inéditas de artistas plásticos (sem qualquer restrição geracional) num acontecimento que se circunscreve às horas úteis de uma noite apenas.
Um momento efémero em que se ensaia, se produz e se apresenta uma obra – o artista é convidado a reavaliar o seu trabalho, experimentar outros suportes, novas colaborações, ou a investigar e realizar ideias guardadas em gavetas.
A relação que se quer recíproca e de liberdade criativa entre artista e curador é inaugurada com um momento colaborativo entre as partes envolventes: a produção dos elementos de divulgação da noite, um blackboard e um trailer.

/ sobre Luísa Cunha

Inerente a trabalho de Luísa Cunha está uma consciência clara e emocional da relatividade da vida e, consequentemente, das convenções, da interacção entre interior e exterior, privado e público e da natureza fragmentada do «não-lugar», do poder, das dimensões de espaço e tempo, e da do discurso. Não conseguindo suportar fronteiras e convenções, os seus trabalhos situam-se num espaço `intermédio´, o espaço do `não-dito´, do `silêncio falado´, da repetição da linguagem visual. Assim, os media utilizados variam de acordo com as exigências da ideia.
Nos últimos 6 anos Luísa Cunha participou em múltiplas exposições, entre elas uma exposição individual e retrospectiva no Museu de Serralves (2007), oportunidade para re-pensar uma parte significativa do seu trabalho e para consolidar a sua relação com a arte portuguesa.

 

 

OLD SCHOOL#39
Luísa Cunha
Magnetic Field

NOVEMBER 14 | SATURDAY | 10PM THE TIME I SOMETIMES GET UP 
FREE (LIMITED CAPACITY: 45 PAX)

 

OLD SCHOOL (OS) is a monthly project curated by Susana Pomba, initiated in 2011, and settled at Rua das Gaivotas 6. It aims to present new works of invited artists (no generational constraints) in a sole night. The artist is challenged to reassess his/her work, try new mediums, new collaborations or to bring to light ideas that used to be stored into basement boxes. An ephemeral moment that is expressed in a piece.
This project wants to instigate a reciprocal and free relation between artist and curator. This relation is inaugurated through the joint creation of the session’s promotional materials: a blackboard and a teaser.

/ about Luísa Cunha

Luísa’s work reveals a clear and emotional awareness of life and its conventions. The interaction between interior and exterior, private and public and the fragmented nature of “non-places”, power, space/time and speech are some of her work’s starting points. As she is unable to handle boundaries and conventions, Luísa places herself in an intermediate space, a space of the “non-spoken”, “spoken silence” or visual language. Her media thus varies according to the ideas demands’. Within the past 6 years, Luísa Ferreira has taken part in various exhibitions, among them an individual retrospective at Museu de Serralves (2007), an opportunity to reinforce her relation with Portuguese art.