L’Atelier Mobile – Pratiques de la Coopération

L’Atelier Mobile – Pratiques de la Coopération
30/05/2014 Rua das Gaivotas 6

L’Atelier Mobile, uma iniciativa La Belle Ouvrage integrada no Festival Alkantara, esteve no DNA entre os dias 28 e 30 de maio. Este ateliê juntou 12 programadores culturais franceses para uma série de conversas e oficinas sobre cooperação no espaço Europeu, co-animadas por Albane Guinet-Ahrens e Anne-Cécile Sibué-Birkeland.
Os programas Europeus de financiamento foram o tema central das primeiras conversas, com os convidados Pierre Brini (Mezzanine Spectacles) e Eric Lebas (Institut Français).
O programa do segundo dia arrancou com Tiago Guedes, diretor do Festival Materiais Diversos, que expôs a experiência de articulação local e internacional do evento. José Maria Vieira Mendes e Elisabete Fragoso apresentaram em seguida o Teatro Praga e os últimos espetáculos da companhia, entre os quais Terceira Idade, Erra Uma Vez… e Tropa-Fandanga, ensaiados neste espaço. Após um almoço informal de trabalho com os representantes das diferentes estruturas, João Guimarães deu a conhecer a história do Palácio Alarcão, acompanhando em seguida o grupo numa visita ao espaço.
As últimas sessões versaram sobre a articulação local e internacional e foram protagonizadas por Christophe Susset (ONDA) e Chloé Siganos (Institut Français du Portugal), Thomas Walgrave (Festival Alkantara), e Mark Deputter (EGEAC).