A CÂMARA AMA-TE / Criação Colectiva

A CÂMARA AMA-TE / Criação Colectiva
21/03/2016 Marta Alameida Santos

A CÂMARA AMA-TE
Criação colectiva

11 – 13 Janeiro ’18 | quinta – sábado | 21h30
6€ [bilhete normal] | 4€ [estudantes] | [dur: 60min]

 

Partimos do universo de Martin Crimp e acolhemo-lo como se fosse nosso porque acreditamos que as possibilidades num cenário não linear alimentam a ideia de uma identidade coerente e fixa como mito. O que trabalhamos em cena é sobretudo a nossa tentativa de compreender as múltiplas Annies, desdobráveis em objetos, memórias e lugares percorridos. Caímos sempre na tentação de lançar mais uma pedra e falhámos muitas vezes: ainda hoje nos perguntamos se poderíamos ter escolhido “outra vida” e deixá-la caminhar por entre outros pontos finais. É por gostarmos de Anny que andamos a brincar às escondidas com o Crimp, tentamos chegar a ela e partilhamos as nossas memórias caseiras, cruzamos as nossas saudades, ao ponto de já não sabermos se é dela que falamos ou, afinal, de nós próprios.

 

/ ficha técnica e artística

criação colectiva Carolina Puntel, Gonçalo Froes, Isabel Milhanas Machado, Joana Ricardo, Rodolfo Freitas e Rosária Rocha
som Luis Furtado e Nelson P. Ferreira
figurino Alexandre Pereira e M HKA
agradecimento Diogo Bento
apoios ESTC

/ biografias aqui

 

/ / / /
marcações e reservas
bilheteira abre 1h antes do início do espetáculo
912 191 940 (reservas entre as 16h e as 20h, em dia de espetáculo até à hora de início do mesmo) ruadasgaivotas@teatropraga.com

A CÂMARA AMA-TE
Collective production

January 11-13, 2018 | thursday – saturday | 9.30pm
6€ [normal ticket] | 6€ [discount] | [dur: 60min]

 

We start with Martin Crimp’s universe and shelter him as one of us because we believe that the nonlinear possibilities of the scenario feed the idea of a coherent and permanent identity as a myth. Most of the performer’s work on stage is an attempt to understand the multiple Annies as folding objects, memories and traveled places. We are always tempted to throw another stone and we failed constantly. Even today we ask ourselves how would it be if we had picked “other life” and let it walk between other ends. It’s because we care about Anny that we’ve been playing hide and seek with Crimp, trying to reach her and share our hometown memories, we intersect what we miss, in a way that we can’t distinguish anymore if the subject of this conversation is her or ourselves after all.

 

/ credits

direction and cast Carolina Puntel, Gonçalo Froes, Isabel Milhanas Machado, Joana Ricardo, Rodolfo Freitas and Rosária Rocha
sound Luis Furtado and Nelson P. Ferreira 
costumes Alexandre Pereira and M HKA
thanks to Diogo Bento
supports ESTC

/ biographies here

 

/ / / /
bookings
Ticket office open 1h prior to the beginning of the performance
(+351) 912 191 940 (week days from 4pm to 8pm, on performance days from 4pm until its beginning) ruadasgaivotas@teatropraga.com